Blog

[:pb]Aqui você fica sabendo de dicas e notícias importantes para sua viagem.[:es]Aquí encontras noticias y consejos sobre Florianópolis importantes para tu viaje.[:en]Here you will find important tips and news about Florianópolis.[:]

[:pb]Florianópolis A favorita[:en]Florianópolis A favorite[:es]Un favorito de Florianópolis[:]

By: | Tags: , , | Comentários: 0 | março 25th, 2017

[:pb]Nos últimos tempos nenhuma cidade emplacou com tanta força no imaginário nacional quanto Florianópolis.

A combinação do número cabalístico “42 praias” com a expressão mágica “qualidade de vida” faz de Floripa um destino desejado tanto para passar férias quanto para viver. Auto-estradas, túneis e viadutos têm sido construídos para acomodar o crescimento da cidade, que segue atraindo migrantes de alta escolaridade e poder aquisitivo.

É uma cidade exemplar na acomodação de diferenças: aprendeu a receber os hermanos argentinos, convive com uma babel de sotaques dos próprios moradores e é simpática ao público LGBT (que acorre em massa no verão e no carnaval). O orgulho manezinho, porém, nunca esteve tão em alta: Floripa já sabe o seu valor.

A transformação da capital sonolenta de antigamente na moderna metrópole de hoje não afetou a diversidade da ilha. Vilarejos açorianos, colônias de pescadores, praias selvagens e matas preservadas continuam onde sempre estiveram, a poucos minutos do centro da cidade — ou a muitos minutos do centro da cidade, se você vem nas engarrafadíssimas férias de verão.

Escolha Florianópolis por tudo que a cidade tem, mas leve em conta o que a cidade não tem. Você não vai encontrar em Floripa um calçadão na praia com barzinhos enfileirados, como em outras capitais litorâneas. É uma cidade carente de atrativos culturais — se não der praia ou estiver muito frio para atividades na natureza, você vai acabar se refugiando em restaurantes ou nos shoppings. E se você vier com crianças e o Beto Carrero World estiver na sua programação, vai por mim: considere ao menos um ou dois pernoites em Balneário Camboriú.[:en]In recent times no city has moved as strongly in the national imagination as Florianópolis.

The combination of the cabalistic “42 beaches” with the magical expression “quality of life” makes Floripa a desired destination both for holidays and for living. Motorways, tunnels and viaducts have been built to accommodate the growth of the city, which continues to attract migrants of high schooling and purchasing power.

It is an exemplary city in the accommodation of differences: it has learned to receive the Argentine brothers, it coexists with a babel of accents of the own residents and it is friendly to the LGBT public (that comes in mass in the summer and the carnival). Pride, however, has never been so high: Floripa already knows its value.

The transformation of the sleepy capital of yesteryear into today’s modern metropolis has not affected the diversity of the island. Azorean villages, fishermen’s colonies, wild beaches and preserved forests continue where they have always been, just a few minutes from the city center – or many minutes from the city center, if you come in the most frenetic summer holidays.

Choose Florianópolis for all that the city has, but take into account what the city does not have. You will not find in Floripa a boardwalk on the beach with bar queues, as in other coastal capitals. It’s a city lacking in cultural attractions – if it’s not beachfront or it’s too cold for nature activities, you’ll end up taking refuge in restaurants or shopping malls. And if you come with children and Beto Carrero World is on your schedule, go for me: consider at least one or two nights in Balneário Camboriú.[:es]En los últimos tiempos hay ciudad generó tanta fuerza en el imaginario nacional como Florianópolis.

La combinación del número cabalístico “42 playas” con la “calidad de vida” mágica frase hace Floripa un destino deseado tanto para unas vacaciones y para vivir. Autopistas, túneles y viaductos se han construido para acomodar el crecimiento de la ciudad, que sigue atrayendo a migrantes altos de educación y de ingresos.

Es una ciudad ejemplar en las diferencias de alojamiento: aprendió a recibir los argentinos hermanos, coexiste con una babel de acentos de los residentes y es amigable con el público LGBT (que se apresura en masa en verano y Carnaval). El orgullo Manezinho, sin embargo, nunca ha sido tan alto: Floripa ya conocen su valor.

La transformación de la capital sueño del hombre en la metrópolis moderna de hoy en día no afectó a la diversidad de la isla. aldeas de las Azores, pueblos pesqueros, playas salvajes y bosques conservados siguen donde siempre ha estado, a pocos minutos del centro de la ciudad – o muchos minutos desde el centro de la ciudad, si entra en engarrafadíssimas vacaciones de verano.

Elija Florianópolis por todo lo que la ciudad tiene, pero tiene en cuenta que la ciudad no tiene. Usted no encontrará en encuentra un malecón en la playa con las barras alineados, como en otras ciudades costeras. Es una ciudad carente de atractivos culturales – si no es así playa o es demasiado frío para las actividades en la naturaleza, el resultado final será la toma de refugio en los restaurantes o en los centros comerciales. Y si vienes con niños y Beto Carrero World es en su horario, confía en mí: considerar al menos una o dos noches de estancia en Singapur.[:]

Deixe um comentario